Blog

22set2016

Mulheres sofrem mais com dores nos joelhos.

O corpo humano tem mais de 200 articulações mas uma das mais exigidas é a dos joelhos, principalmente em atletas e corredores. Entre homens e mulheres, no entanto, quem fica em desvantagem são as mulheres, por conta das diferenças anatômicas e hormonais. Quadris mais largos, alterações hormonais (como o excesso de estrogênio, por exemplo) e músculos mais frágeis do que os dos homens, são algumas das razões pelas quais os joelhos femininos sofrem mais.

Isso sem falar do uso dos saltos altos que encurta os músculos da panturrilha e desloca o centro de gravidade obrigando os joelhos a acomodarem a nova postura… Para você ter uma ideia, para cada homem com problemas nos joelhos, são 5 mulheres com a mesma queixa!

As principais causas das dores são o estiramento dos ligamentos, a tendinite, as entorses que também podem provocar instabilidade, o clima frio (quem tem artrite sofre quando as temperaturas caem) e a lesão da cartilagem na patela, que provoca atrito/crepitação entre a patela e o fêmur, causando dor frequentemente ao subir ou descer escadas ou agachar, a conhecida condromalácea patelar.

É muito comum o uso de anti-inflamatórios mas a dor pode persistir. Se esse for o seu caso, pode ser necessário encarar uma cirurgia para recompor o dano causado. Já quem prefere tratamentos alternativos, inclusive por hipersensibilidade aos anti-inflamatórios, pode contar com homeopatia, compressas com óleos essenciais e repouso com uso de faixas compressoras. Nesses casos, a fisioterapia esportiva é uma grande aliada na prevenção de males maiores. Com uma avaliação biomecânica ou correção de postura é perfeitamente possível impedir que a lesão se torne mais séria.

O corpo fala. Escute-o!

É claro que cada caso é um caso e você nunca deve desprezar a dor, um sinônimo que algo não vai bem. Se você está em dúvida sobre sua dor, não custa fazer um check-list para saber se é hora de procurar um ortopedista:

  • você sente dor há mais de 3 dias, mesmo repousando e usando compressas geladas
  • o joelho não dobra ou produz barulho com o movimento
  • o joelho apresenta alguma deformidade
  • você sente muitas dores ao permanecer em pé, caminhar ou subir escadas
  • você sente febre ou formigamento
  • você nota alguma instabilidade ou falseio no joelho (seu joelho falha, fazendo você perder o equilíbrio)
  • você sente algum bloqueio no joelho

Se você tem um ou mais desses sintomas, está na hora de procurar um especialista que pode fazer um correto diagnóstico e conduzir o tratamento mais adequado ao seu caso.

Não arrisque: os joelhos são umas das mais importantes articulações do corpo e merecem todo o cuidado! Cuide-se com carinho!

 

 

 

 

  • 22 set, 2016
  • Dr. Marcelo Acherboim
  • 0 Comments
  • corrida, fisioterapia esportiva, lesões, mulher, postura,

Share This Story

Categories

Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *